28/12/2017

IENH: Alunos bilíngues contam suas emoções no livro "Grande Manual de Monstros Escolares"

Comunicação e Marketing IENH - - Associado
Eles têm 10 anos de idade e já publicaram um livro. Esses são os alunos dos 4ºs anos do Ensino Fundamental Bilíngue da IENH - Unidade Oswaldo Cruz que, na noite de 20 de dezembro, lançaram o livro "Grande Manual de Monstros Escolares".

Com a publicação de 500 exemplares e a orientação das Professoras Bianca Cristina dos Reis, Cristiane Ely Lemke, Daniella Neres Nogueira, Juliana Aparecida Bohn e Raquel Meirose, o livro aborda os sentimentos dos alunos descritos ludicamente como "monstros". Cada aluno criou um monstro e, no livro, apresentou esse sentimento descrevendo como se manifesta na escola, atrapalhando a aula, e o passo a passo do que fazer para solucionar. A raiva, a ansiedade, a fofoca e o egoísmo, por exemplo, aparecem no livro como os monstros Brigana, Ansiosus, Fofócalinis e Mr. Rouba Bolas Doido.

Além dos textos escritos em Português pelos alunos, o livro conta com QR Codes que guiam o leitor para vídeos em Inglês e quiz em Espanhol.  Nos vídeos, os estudantes demonstram, através de diálogos em Língua Inglesa, as situações e a forma como os monstros atacam. No quiz, o leitor é convidado a responder perguntas em Espanhol para descobrir qual monstro lhe ataca.

As Professoras contam que tudo começou a partir da leitura da obra "Pequeno Manual de Monstros Caseiros", de Stanislaw Marijanovic, que traz os monstros que atrapalham a vida cotidiana. Ao ler, os alunos se identificaram com as histórias e, a partir disso, perceberam os monstros que afetam a turma na escola como a raiva causando brigas no jogo de futebol ou ansiedade antes da prova.

Com os monstros confeccionadas pelas turmas, o espaço do Locanda Hotel foi todo preparado para o lançamento do livro. Na cerimônia, guiada pelos próprios alunos, inicialmente, Raquel discursou em nome de todas as Professoras, salientando que a obra traz as reflexões dos alunos que são os autores das suas próprias histórias. Em seguida, os estudantes Lucas Laux e Maria Luiza Maia, representando todo o grupo envolvido, falaram sobre a experiência do projeto. "Esse livro significa muito mais que textos e páginas ilustradas. Com o projeto, aprendemos sobre nós mesmos e os outros, entendendo a importância de ter empatia, de se colocar no lugar da outra pessoa", destacam Lucas e Maria Luiza.

Com os versos "Eu sou maior do que era antes / Estou melhor do que era ontem / Eu sou filho do mistério e do silêncio / Somente o tempo vai me revelar quem sou" da música "Maior", de Dani Black, os alunos deram continuidade ao evento de lançamento cantando e também tocando instrumentos de percussão, flauta e boomwhackers. Após, as mães representantes falaram aos presentes, afirmando que a partir do projeto foi possível observar o processo de amadurecimento dos seus filhos, além de agradecer o trabalho desenvolvido pelas Professoras. A Coordenadora da Unidade - Célia Correa relembrou com os alunos que nos anos anteriores muitos deles visitavam a sua sala em função de atitudes negativas no ambiente escolar. Célia destacou que o mesmo não ocorreu neste ano, a partir da proposta das turmas entenderem suas emoções e aprenderem a reagir de forma positiva em diversas situações. A palavra foi dada ao Diretor Geral da IENH - Seno Leonhardt que, em sua fala, salientou que o "trabalho é a culminância do ano, congregando o aprendizado da turma". Além de parabenizar o apoio das famílias, Leonhardt destacou a atuação dos Professores que viram nas dificuldades de relacionamento da turma uma forma de canalizar a energia para o lado positivo.

Após o agradecimento a todos os parceiros, Poliana Zeni, mãe do aluno Antônio Zeni de Oliveira, foi homenageada com a entrega de um mimo pelo auxílio com a diagramação do livro. Poliana representou toda a equipe da RBA Comunicação que participou do processo.

No encerramento da cerimônia uma sessão de autógrafos foi realizada, seguida do coquetel. Para os alunos e irmãos Pedro e Maria Kreuz, a experiência de autografar o primeiro livro que publicaram e de participar do projeto foi muito positiva. "Realmente isso é muito legal! O projeto inteiro foi muito bom, pois aprendemos a ver os sentimentos dos outros e valorizar isso, aprendendo a pensar antes de falar ou fazer algo para a outra pessoa", comentam.

Samuel e Taís Schmidt, pais da aluna Júlia Schmidt, afirmaram que ver a filha publicando um livro foi uma experiência emocionante. "Notamos na Júlia que ela está realizada. Com todo o projeto desenvolvido foi possível perceber a mudança na turma dela, que se uniu muito", concluem.
SINEPE/RS
Av. Praia de Belas, 1212 - Sala 1201, 12º andar - Porto Alegre, RS - CEP:90110-000.
Fone:51 3213-9090 - Fax:51 3213-9099
E-mail: sindicato@sinepe-rs.org.br