09/10/2018

Referencial Curricular Gaúcho será analisado por educadores do Ensino Privado no dia 16/10

A metodologia de trabalho prevê poucas vagas; interessados devem entrar em contato com a secretaria do SINEPE/RS através do telefone (51) 3213-9090 até quinta-feira (11/10)
Assessoria de imprensa - SINEPE/RS
O Ensino Privado Gaúcho poderá colaborar com o Referencial Curricular Gaúcho, a pedido do Conselho Estadual de Educação (CEEd/RS). Para isso, na próxima terça-feira (16/10), das 8h30 às 17h, na sede do SINEPE/RS, professores que atuam na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, indicados pelas direções das instituições associadas ao Sindicato, irão analisar o documento para levantar possíveis melhorias. O envio das sugestões ao CEEd/RS será no dia 20 de outubro.

A metodologia de trabalho prevê poucas vagas. Interessados em participar da reunião devem entrar em contato com a secretaria do SINEPE/RS através do telefone (51) 3213-9090 até quinta-feira (11/10). Caso sua instituição queira participar, será preciso informar:

Nome da Instituição, nome do professor, seu endereço de e-mail e o que ele se dispõe a analisar:

a) Educação Infantil;
b) Anos Iniciais: Matemática/Ciências; Geografia/História ou Linguagens;
c) Anos Finais: Língua Portuguesa; Língua Inglesa; Arte; Educação Física; Matemática; Ciências; Geografia; História ou Ensino Religioso

O encontro será coordenado pela assessora pedagógica e de legislação educacional do SINEPE/RS, Naime Pigatto, que destaca a importância da participação dos professores. "Será uma oportunidade única para o Ensino Privado aprimorar o Referencial Curricular Gaúcho, documento tão importante que irá nortear os currículos a partir do próximo ano", afirma.

O Referencial Curricular Gaúcho busca agregar temáticas regionais como história, cultura e diversidade étnico-racial, de forma complementar à Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Inicialmente, as mudanças irão ocorrer na Educação Infantil e no Ensino Fundamental. As instituições terão o ano de 2019 para adequarem seus currículos, caso o CEEd/RS aprove o documento até o dia 20 de novembro.

Saiba mais sobre o Referencial Curricular Gaúcho

Lançado em abril deste ano, o Referencial será um balizador na construção dos currículos nas escolas. Podem entrar questões de variação linguística, danças folclóricas, fauna e flora, história, artistas gaúchos, o que for regional e importante para as instituições de ensino do Rio Grande do Sul. Em entrevista à GaúchaZH, a diretora pedagógica da Seduc, Sônia Rosa, explicou o objetivo do programa: "O Referencial não vai dizer "como" os temas devem ser tratados, e sim "o quê". O "como" será de autonomia das escolas". A iniciativa da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) conta com apoio do SINEPE/RS, da Undime e da FAMURS.

Sobre a BNCC

A Base Nacional Comum Curricular é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996), a Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.
SINEPE/RS
Av. Praia de Belas, 1212 - Sala 1201, 12º andar - Porto Alegre, RS - CEP:90110-000.
Fone:51 3213-9090 - Fax:51 3213-9099
E-mail: sinepe@sinepe-rs.org.br