03/01/2019

CEEd divulga o Referencial Curricular Gaúcho

Documentos estão disponíveis para download, confira
Assessoria de imprensa - SINEPE/RS
O Referencial Curricular Gaúcho foi homologado na manhã de (12/12), pelo Conselho Estadual de Educação (Ceed) e pela União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme). A plenária que aprovou o documento foi conduzida pelo 1º vice-presidente do Conselho, Hilário Bassotto, que na oportunidade estava no exercício da presidente da entidade. Bassotto também integra a diretoria do SINEPE/RS. O documento, elaborado em regime de colaboração entre a Secretaria Estadual da Educação (Seduc), a União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime) e o SINEPE/RS será o norteador dos currículos das escolas gaúchas a partir de 2019. As mudanças, que seguem as diretrizes da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), valerão para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. Na plenária, o CEEd aprovou a Resolução nº 345/2018 que orienta a implementação do Referencial. Conforme o documento, o ano de 2019 será de estudos para a adequação e elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) das escolas para a efetiva implementação em 2020.

O Referencial Curricular Gaúcho possui 1.200 páginas e tem como objetivo agregar temáticas regionais como história, cultura e diversidade étnico-racial à Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Bassotto destaca como positivo o processo de construção do Referencial, que contou com a participação de diversas entidades do setor. "Esse trabalho de estudos e de reuniões feito em regime de colaboração foi importante para que todos os setores, com suas diferentes realidades, pudessem participar e contribuir com a construção do Referencial". Outro ponto destacado pelo dirigente é a valorização das especificidades locais. "O artigo 25 recomenda que cada território municipal, com sistema próprio ou não possa elaborar ou revisar documento curricular local que contemple as suas especificidades locais e regionais", completa.

O SINEPE/RS teve participação ativa na construção do Referencial, sugerindo adaptações nas primeiras versões da proposta. A entidade também promoveu um encontro com professores de diferentes áreas de formação do ensino privado para avaliarem a proposta e também darem a sua contribuição.
O Sindicato enviará aos associados os documentos assim que forem publicados.

Sobre a BNCC
A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) foi homologada em 20 de dezembro de 2017 para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. A BNCC serve como referência para a construção e adaptação dos currículos de todas as redes de ensino do país. As redes e escolas seguem com autonomia para elaborar, por meio do currículo, metodologias de ensino, abordagens pedagógicas e avaliações, incluindo elementos da diversidade local e apontando como os temas e disciplinas se relacionam. A BNCC e os currículos têm, portanto, papéis complementares. A Base dá o rumo da educação, mostrando aonde se quer chegar, enquanto os currículos traçam os caminhos.

Referencial Curricular Gaúcho
Com o objetivo de criar uma base comum curricular integrada entre as redes municipal, estadual e privada, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc), por meio do Departamento Pedagógico, buscou com a União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime) e com o Sindicato do Ensino Privado no Rio Grande do Sul (Sinepe/RS), a criação do Referencial Curricular Gaúcho. O novo projeto, que já começa a ser implantado em 2019, visa agregar temáticas regionais como história, cultura e diversidade étnico-racial, de forma complementar à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).
SINEPE/RS
Av. Praia de Belas, 1212 - Sala 1201, 12º andar - Porto Alegre, RS - CEP:90110-000.
Fone:51 3213-9090 - Fax:51 3213-9099
E-mail: sinepe@sinepe-rs.org.br