21/08/2019

Dia D para entrar na reta final da BNCC

Esta é a hora de fazer análises e planejar o fechamento dos trabalhos
Assessoria de Imprensa - SINEPE/RS
Estamos próximos de mais um dia D, 29 de agosto, data sugerida pelo governo do Estado para que escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental da rede Estadual dêem continuidade aos seus planejamentos pedagógicos relacionados à implantação da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) da Educação Infantil e do Ensino Fundamental e do RCG (Referencial Curricular Gaúcho) para as mesmas etapas. Ambos entram em vigor obrigatoriamente em 2020.

As escolas privadas têm autonomia para participar desta mobilização. Independentemente da data que definirem para dar andamento a esse trabalho, a assessora pedagógica e de legislação educacional do SINEPE/RS, Naime Pigatto, reforça a importância de olhar com profundidade quais os acréscimos da BNCC e também do RCG, identificando o que a instituição ainda não contempla no seu plano curricular. "Este é o momento dos professores do Ensino Fundamental trabalharem os componentes curriculares e áreas do conhecimento de cada ano e, depois disso, analisá-los em conjunto com os professores que atuam na Educação Infantil, de modo que seja possível identificar toda a trajetória de um objeto de conhecimento. Os professores, tanto da Educação Infantil como do Ensino Fundamental, precisam identificar quais serão os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento (especificamente para a Educação Infantil) e as habilidades (para o Ensino Fundamental) que serão trabalhadas para um determinado objeto de conhecimento, iniciando pelos campos de experiências da Educação Infantil até o componente curricular do 9º ano."

De acordo com reunião da Secretaria Estadual de Educação, da qual o SINEPE/RS participou, em 31 de julho, no dia 29 as escolas estaduais poderão, também, trabalhar por território. Ou seja, nos municípios que estão construindo seus próprios referenciais, Naime aconselha asinstituições privadasa buscarem, também, informações sobre as reuniões junto às coordenadorias regionais de educação e secretarias municipais a fim de participarem com representantes, das discussões em tornodesses documentos, propondo e colhendo sugestões.

Como só há mais um dia D previsto - 23 de outubro - as escolas podem, ainda, planejar com seus professores de que forma o trabalho será finalizado neste dia de estudos, já que os documentos (Planos de Estudos para o Ensino Fundamental e POPP - Plano Orientador de Práticas Pedagógicas) deverão ser aprovados pela mantenedora até 31 de dezembro.

Faça seu checklist, com as dicas que o SINEPE/RS passou às escolas no início desse processo, identifique o estágio que está a sua instituição e se organize da melhor forma para finalizar essa jornada:

1) Formação continuada dos professores dentro da escola, com foco na BNCC e no RCG: Estudar como esses documentos estão estruturados, que elementos são centrais e que elementos são diferentes dos documentos atuais, em vigência hoje em todas as escolas.

2) A partir dessa análise, falar sobre competências e habilidades, competências gerais da base, habilidades do Ensino Fundamental, objetivos de aprendizagem e desenvolvimento na Educação Infantil, os três agrupamentos etários na Educação Infantil, assim como os campos de experiência:Esses são os pontos fundamentais a serem abordados nessa formação continuada.

3) Revisitar as propostas pedagógicas e demais documentos em vigência dentro da escola conforme as normativas do sistema estadual de ensino. Esse cronograma é importante para que oportunize a articulação entre a formação dos professores e a produção ou a revisitação desses documentos.

4) Otimizar trabalho, discutindo e produzindo concomitantemente. É possível construir textos sínteses das discussões. É uma forma de sistematizar os debates e produzir os documentos esperados (novos ou reformulados) pela legislação, entre eles o PPP.

5) Alerta para o cronograma: 2019 é o ano pensado para, exclusivamente, formação continuada dos professores relativa à BNCC e ao RCG e revisão explícita das propostas pedagógicas e planos curriculares de todas as escolas. O que falta fazer na sua escola?

6) Atenção para o Referencial Curricular Municipal. Como este é o ano também de mudanças nos municípios, as escolas devem estar atentas às programações no seu território, para levar suas contribuições, debater as peculiaridades locais e participar das decisões tomadas. Este documento deve se aliar à BNCC e ao RCG para a construção do currículo, alinhado às características da instituição.

7) Alerta para alteração regimental: Professores, especialmente gestores de escolas e mantenedoras devem estar atentos sobre as implicações da alteração regimental. Caso haja um direcionamento para mudanças em algum dispositivo do regimento escolar, é necessário observar o prazo de carência para modificá-lo (só depois de três anos após a última aprovação), uma vez que as alterações precisam ser revisadas este ano e aprovadas também até 31 de dezembro para serem executadas no próximo ano letivo.

8) Segundo o calendário do governo do Estado, dia 29 de agosto é a data em que os textos já elaborados podem ser socializados e revisados. A previsão é que no dia 23 de outubro sejam feitas as conclusões dos trabalhos.

Qualquer dúvida, você pode entrar em contato com Departamento Pedagógico do SINEPE/RS através do e-mail: pedagogico@sinepe-rs.org.br ou pelo telefone: (51) 3213-9090

Bom estudo e bom trabalho!
SINEPE/RS
Av. Praia de Belas, 1212 - Sala 1201, 12º andar - Porto Alegre, RS - CEP:90110-000.
Fone:51 3213-9090 - Fax:51 3213-9099
E-mail: sinepe@sinepe-rs.org.br